Mercadona junta-se ao Banco Alimentar contra a Fome. Campanha começa hoje

A Mercadona junta-se à campanha de recolha alimentos organizada pelo Banco Alimentar Contra a Fome, sendo fiel ao seu compromisso de “partilhar com a Sociedade parte do que dela recebe” e ajudando as pessoas que mais necessitam. Esta iniciativa terá lugar entre os dias 28 de maio e 6 de junho em cada uma das 20 lojas da empresa, localizadas nos distritos do Porto, Braga, Aveiro e Viana do Castelo.

Dado o contexto de pandemia que atravessamos, a campanha de recolha não contará com a presença de voluntários nas lojas para a recolha dos produtos. Desta forma, o cliente que queira participar com a sua doação na campanha “Ajuda Vale”, deve indicar na caixa quais os produtos (leite e/ou arroz) e a quantidade a doar.Posteriormente a Mercadona entregará os alimentos doados pelos clientes, juntamente com sua própria doação, aos Bancos Alimentares correspondentes em cada zona.

A Mercadona apela a todos os seus “Chefes” (Clientes) que se juntem a esta recolha de alimentos solidária, particularmente num momento de especial necessidade para muitas pessoas.

Isabel Jonet, Presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome, refere“A adesão da Mercadona à campanha Ajuda Vale dos Bancos Alimentares permite sensibilizar um maior número de portugueses para a partilha de alimentos com famílias que precisam de apoio alimentar e incentivar a solidariedade neste momento difícil para muitos. Esta parceria reforça a concretização de um dos objetivos do desenvolvimento sustentável e contribui para uma sociedade mais justa e fraterna.”

Ana Mendia, Diretora de Responsabilidade Social da Mercadona em Portugal, reforça: “Para a Mercadona, a participação na Campanha de Recolha de Alimentos do Banco Alimentar Contra a Fome é mais um passo no nosso firme compromisso com a Sociedade. Colaboramos com os Bancos Alimentares dos locais onde estamos inseridos através de doações e, poder aderir à presente campanha, é, para nós, motivo de grande satisfação. Por outro lado, desde o dia em que abrimos cada loja colaboramos com uma instituição social de proximidade, com doações diárias, de segunda a sexta feira. Desta forma, contribuímos para o bom trabalho que fazem as instituições sociais junto da população carenciada.”

Em 2020, a empresa doou a diversas entidades e organizações portuguesas um total de 1.200 toneladas em Portugal, quantidades que aumentaram desde que a empresa tomou a decisão de reforçar os processos de doação de produtos de primeira necessidade a Cantinas Sociais e Bancos Alimentares com os quais colabora habitualmente.

pub