Campo vai ter nova capela mortuária

A Vila de Campo vai ter uma nova capela mortuária localizada ao lado da Igreja, nos terrenos que a Câmara Municipal de Valongo adquiriu em hasta pública por 76.000€.

O ato público de assinatura do contrato de direito de superfície entre o Município de Valongo e a Freguesia de Campo e Sobrado, que tem como objetivo a construção deste equipamento foi hoje assinado pelo Presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, e pelo Presidente da Junta de Freguesia de Campo e Sobrado, Alfredo Sousa.

“Esta nova capela mortuária será uma importante mais valia na Vila de Campo, pois vai substituir a antiga que há já muitos anos deixou de ter as condições e a dignidade que uma capela mortuária deve ter”, salientou José Manuel Ribeiro, referindo que além da cedência dos terrenos, a Câmara Municipal de Valongo irá também elaborar o projeto de arquitetura da obra que será executada pela Junta de Freguesia de Campo e Sobrado.

“Este investimento representa mais uma peça do processo de requalificação urbanística em curso que está a revolucionar a centralidade da Vila de Campo e que se vai juntar à Alameda de Campo, ao Espaço Multiusos, ao Parque da Quinta do Passal e à futura piscina descoberta que brevemente também vai ali ser construída”, acrescentou o autarca.

Para Alfredo Sousa, esta aposta é muito importante para a comunidade da vila de Campo uma vez que, disse, “a atual capela é exígua, não permitindo mais que um funeral ao mesmo tempo e mesmo com um funeral, sobretudo nesta situação atual, o espaço é pequeno. Agora o projeto vai ser elaborado e depois iniciaremos a obra que será uma mais valia para toda a comunidade”.

A Junta de Campo e Sobrado efetuou recentemente a mudança de cobertura da Capela Mortuária de Sobrado, tendo retirado o amianto.