Entreposto da Jerónimo Martins em Valongo investe mais de um milhão em painéis solares


A Jerónimo Martins investiu 1,2 milhões de euros na instalação de um sistema de painéis solares fotovoltaicos no centro de distribuição de Valongo. Até ao final do primeiro semestre, a companhia de distribuição prevê a entrada em funcionamento de mais quatro sistemas, todos localizados no concelho de Lisboa

Com esta instalação, a terceira do grupo, a Jerónimo Martins poderá produzir anualmente 2121,48 megawatts de energia renovável, o equivalente a 530 emissões de dióxido de carbono.

“No grupo a transição energética tem sido feita de forma integrada e progressiva. Este investimento é mais um importante passo neste processo que, entre muitas outras medidas, inclui a decisão estratégica de contratar, desde 1 de julho de 2018, a electricidade necessária para as operações das nossas insígnias em Portugal com origem em fontes renováveis”, sublinha Fernando Frade, diretor corporativo de ambiente da Jerónimo Martins.

Instalados cerca de cinco mil painéis solares, numa área de 20 mil metros quadrados da cobertura das instalações, o centro de distribuição localizado em Valongo ficará com uma autonomia superior a 30% do consumo total de energia.

“A transição energética é uma parte importante do nosso compromisso de perseguir um equilíbrio entre prosperidade económica e preservação ambiental, um esforço que tem vindo a ser reconhecido internacionalmente com a inclusão, de que muito nos orgulhamos, de Jerónimo Martins em mais de 60 índices de sustentabilidade”, acrescenta o responsável.

Em 2018, a Jerónimo Martins concretizou dois projetos-piloto no Algarve, com a instalação de 3.876 painéis solares fotovoltaicos no centro de distribuição Sul, em Algoz, e de 1.600 no Recheio de Tavira.

in Hipersuper

publicidade