Crime ambiental no Fojo das Pombas

Numa publicação numa rede social, “o Município de Valongo torna público e expressa a sua indignação perante o despejo ilegal de resíduos no Fojo das Pombas, na Serra de Santa Justa, nomeadamente óleos, pneus entre outros, que indiciam provir da reparação de automóveis.
Perante o alerta de um Munícipe foi denunciada a situação à BriPA – Brigada de Proteção Ambiental da PSP, que registou a ocorrência.
O Município de Valongo está de momento a promover a retirada dos resíduos e a descontaminação do local, contudo alerta a população para o eventual risco de contaminação das águas que abastecem o lavadouro e fontanário da Ilha, decorrentes do óleo derramado.
O Fojo das Pombas é uma antiga mina de exploração de ouro e integra o maior complexo subterrâneo aurífero Romano, e alberga espécies de conservação prioritária, como o feto Trichomanes speciosum e algumas espécies de morcegos.”

Apela-se a todos os cidadãos que, perante situações similares as denunciem, contactando para o efeito:
BriPA – Brigada de Proteção Ambiental, da PSP – 22 209 20 00 ou do email: bripa.porto@psp.pt
SEPNA – Serviço de Proteção à Natureza, da GNR – 808 200 520 ou do email: sepna@gnr.pt
Divisão de Ambiente – Câmara Municipal de Valongo – 22 422 79 00 ou do email: ambiente@cm-valongo.pt

Be the first to comment on "Crime ambiental no Fojo das Pombas"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.