Legislativas 2022: Volt Portugal

Domingo há eleições legislativas. Os portugueses vão escolher os 230 deputados que vão integrar a Assembleia da Republica. Esses deputados depois irão definir o próximo governo do país.

O Jornal Novo Regional pediu um texto a cada uma das candidaturas ao Circulo do Porto.

Aqui fica o texto do Volt Portugal.

O Volt é um partido pan-europeu, progressista e pragmático, que foi criado em março de 2017, como reação ao Brexit e contra os populismos, os extremismos e os nacionalismos e que conta atualmente com milhares de membros e apoiantes em toda a Europa. Em Portugal foi oficializado como partido político pelo Tribunal Constitucional em 25 de junho de 2020.

Nas eleições legislativas o Volt apresenta-se no círculo do Porto com João Nuno Pessanha como cabeça-de-lista e Cátia Geraldes como número dois.

João Nuno Pessanha, 36 anos, é natural do Porto e é licenciado em Medicina Dentária e mestrando em Ética e Filosofia Política na Universidade do Porto. Cátia Geraldes, tem 44, nasceu no Porto e é licenciada em Economia pela faculdade do Porto.

O Volt Portugal apresenta um programa eleitoral sem amarras ideológicas e com três grandes bandeiras: o estado inteligente, o renascimento económico, que não deixe ninguém para trás e um combate pragmático às alterações climáticas. 

Entre as várias propostas do seu vasto programa, o partido destaca a regionalização como motor de desenvolvimento de todo o território, aproximando as estruturas de decisão política dos cidadãos e desta forma contribuindo para o combate à abstenção, para uma maior coesão territorial e o aumento da eficácia e da eficiência dos serviços públicos. O Volt Portugal também defende a criação de um Ministério da digitalização para acelerar e aprofundar o grau de digitalização de forma a integrar sistemas de informação e reduzir assim o nível de burocracia e permitir um combate eficaz à corrupção e ganhar a confiança das/os  portugueses por meio de uma governação responsável e transparente. 

A candidatura do Volt Portugal ao círculo eleitoral do Porto tenciona, entre outras medidas, combater a precariedade laboral, os baixos salários, melhorar as condições e o acesso à habitação e impulsionar a economia com recurso à regionalização e ao investimento nas infraestruturas ferroviárias, como a linha de alta velocidade transmontana e na aposta na criação de infraestruturas de manutenção ferroviária.

Adicionalmente, a candidatura distrital considera essencial captar uma agência europeia e criar um Pólo ou ‘cluster’ de saúde, potenciando desta forma a economia regional, atraindo cada vez mais uma mão de obra altamentes qualificada e bem remunerada que potenciará um aumento do salário médio.

Uma política que não respeita o equilíbrio dos ecossistemas é uma política ineficiente. No circulo do Porto o foco também é travar as alterações climáticas e a crise de biodiversidade atual. O Volt pretende resolver problemas ambientais como, por exemplo, as descargas poluentes no Rio Sousa e Rio Ferreira que tanto afetam a região e a população local.

O Volt defende também uma Europa Federal verdadeiramente unida, democrática, solidária e inclusiva, que valorize os seus cidadãos, defendendo uma União Europeia com um presidente e governo eleitos universalmente pelos seus cidadãos, bem como uma mais consistente integração política, social e económica.