Legislativas 2022: Partido Social Democrata

Domingo há eleições legislativas. Os portugueses vão escolher os 230 deputados que vão integrar a Assembleia da Republica. Esses deputados depois irão definir o próximo governo do país.

O Jornal Novo Regional pediu um texto a cada uma das candidaturas ao Circulo do Porto.

Aqui fica o texto do PPD/PSD.

Novos Horizontes para Portugal- Novos Horizontes para Valongo

Nos últimos 27 anos o Partido Socialista governou o país durante 20, cabendo ao PSD, em coligação com o CDS, estar no governo os restantes 7 mas sempre em situação de emergência financeira.

Primeiro, entre 2002 e 2004 com défice excessivo herdado do governo de António Guterres e depois entre 2011 e 2015 com o programa da troika negociado por José Sócrates que havia deixado o país na bancarrota.

Com António Costa o fado continua. Temos hoje um país mais pobre e mais desigual. É urgente mudar de rumo e traçar Novos Horizontes para Portugal.

Novos horizontes que advenham da redução da excessiva carga fiscal que afeta as famílias e as empresas. Novos horizontes sustentados nas imperiosas reformas da saúde, da segurança social, da justiça, da administração pública. Novos horizontes adstritos à inversão da perda de competitividade junto dos países da união europeia.

O nosso concelho, tal como o país, encontra-se estagnado, fruto de políticas locais erradas e ausência de um plano estratégico de desenvolvimento. Também aqui há que traçar Novos Horizontes para Valongo.

Com o PSD no governo assumimos o encerramento, sem hesitações e ambiguidades do Aterro de Sobrado, a construção de vias estruturantes para o concelho, incluindo a construção do Nó do Lombelho na A41, projetado há 20 anos e que permitiria o descongestionamento de transito em Alfena bem como na freguesia de Valongo (Quinta da Lousa e envolventes) e também a inclusão do concelho na Rede do Metro do Porto, como fator de incremento da mobilidade e simultaneamente de desenvolvimento.

Com o PSD no Governo pugnaremos pelo reforço de efetivos da PSP na esquadra de Ermesinde que hoje se encontra completamente desqualificada, sem recursos e a funcionar a meio tempo, situação inadmissível numa freguesia com 40 mil habitantes, na antítese do policiamento de proximidade que se exige.

Após as eleições de 30 de janeiro, só o PSD ou o PS serão chamados a formar governo. Acreditamos que os portugueses não quererão mais do mesmo e escolherão a competência, seriedade e qualidade das propostas que o Dr. Rui Rio tem para o país.