Ecocentros Móveis já permitiram encaminhar para reciclagem mais de 40 toneladas de resíduos

Ecocentro Móvel

No primeiro semestre de 2022 já foram recolhidos e encaminhados para reciclagem mais de 40 toneladas de resíduos graças aos Ecocentros Móveis, equipamentos espalhados pelos concelhos pertencentes à associação de Municípios Lipor. 

CD’s e DVD’s, pequenos equipamentos eletrónicos, embalagens e latas com produtos como vernizes ou outros poluentes, lâmpadas LED e fluorescentes, alguns tipos de papel como jornais e revistas são alguns exemplos dos elementos que têm lugar nos Ecocentros Móveis, uma solução criada para dar destino a resíduos que não podem ser depositados nos ecopontos. 

“No início de 2021 a LIPOR e os seus Municípios Associados criaram uma solução inovadora para facilitar a entrega de resíduos e materiais cujo destino não é o ecoponto. Findo o primeiro semestre de 2022, os quantitativos e resultados deste projeto são bastante positivos tendo já sido encaminhadas para Reciclagem 40,2 toneladas de resíduos”, explica a entidade em comunicado de imprensa enviado às redações.

Nos próximos meses, estes equipamentos vão continuar em itinerância pelos diferentes concelhos que integram a associação de Municípios. Falamos de Espinho, Gondomar, Maia, Matosinhos, Porto, Póvoa de Varzim, Valongo e Vila do Conde.

Se tem em casa alguns resíduos que não podem ser colocados nos ecopontos e reside num destes concelhos, informe-se junto da sua autarquia sobre os locais onde vão estar estes equipamentos. O ambiente agradece.

pub