Apresentação das candidaturas de José Manuel Ribeiro à Câmara de Valongo e Luís Miguel Caetano à Junta de Alfena

José Manuel Ribeiro: Reduzimos a dívida em 30 milhões de euros

Na sexta-feira dia 20 de agosto, num final de tarde com sol e num local de rara beleza, o Parque do Leça, o PS apresentou a recandidatura de José Manuel Ribeiro à Câmara de Valongo e a candidatura de Luís Miguel Caetano à Junta de Freguesia de Alfena.

Marcaram presença na sessão, o secretário-geral adjunto do PS, José Luís Carneiro, que viveu em Ermesinde durante dez anos, Manuel Pizarro líder da distrital do PS Porto e Marta Temido, ministra da Saúde e recente militante do PS.
No seu discurso José Manuel Ribeiro afirmou não querer fazer promessas porque, disse, “não sou vendedor de ilusões. Estou aqui para trabalhar, as pessoas conhecem-me, os munícipes querem alguém que diga sim quando for possível e diga não quando tiver que ser. No dia 26 de setembro vai-se votar sobretudo em pessoas. Eu sou um humanista, mas também sou defensor da liberdade. A essência da democracia local são as pessoas e as pessoas têm de estar preparadas porque governar uma autarquia é uma coisa muito séria. O nosso toque de Midas é transformar a vida das pessoas”.
O recandidato do PS falou dos problemas que encontrou quando chegou à Câmara em 2013, referindo que houve necessidade de “arrumar a casa”, com a diminuição da divida e que agora a Câmara de Valongo é conhecida pela transparência e por as contas certas, acrescentou o candidato do PS que “reduzimos a divida em 30 milhões e agora pagamos a poucos dias, quando aqui chegamos a Câmara pagava a mais de 200 dias”.
José Manuel Ribeiro falou da aposta na educação (33% do orçamento) dizendo que a Câmara tem apostado forte no conhecimento. Como exemplo falou das salas de aula do futuro que existem em todas as escolas básicas do concelho, numa iniciativa que não acontece na maioria dos concelhos. Falou também na inovação social, lembrou ainda a aposta nas serras com a criação de circuitos de Trail Runnig, BTT, Equestres e o circuito da Contemplação. A criação das oficinas do Pão em Valongo e do Brinquedo em Alfena foram duas conquistas referidas também.
O recandidato referiu-se ainda à luta que o município teve de travar no que se refere à pandemia, com a criação do Centro de Vacinação, os apoios sociais aos mais carenciados e o apoio às entidades concelhias, como bombeiros e coletividades.
No início da sua alocução José Manuel Ribeiro tinha efetuado um agradecimento especial a Marta Temido, pela coragem e trabalho feito no combate à pandemia.
Sobre Luís Miguel Caetano, candidato do PS à Junta de Freguesia de Alfena, José Manuel Ribeiro teceu largados elogios ao candidato, dizendo que el vai ser o futuro presidente da Junta de Alfena, tendo lembrado o trabalho do pai do candidato à frente da junta ainda nos anos 70. Disse o candidato à Câmara que “É mesmo importante que Alfena continue a colaborar com a Câmara de Valongo e por isso acredito na vitória do Luís Miguel Caetano e da sua equipa”.

Luís Miguel Caetano defende
“por Alfena fazer diferente”

O cabeça de lista do PS à Assembleia de Freguesia de Alfena e por isso candidato a Presidente da Junta, Luís Miguel Caetano, é empresário e tem ligações com o movimento associativo local.
Nas suas palavras de apresentação afirmou que ele e a equipa que o acompanha estão “fortemente empenhados nesta candidatura em que os alfenenses terão a oportunidade de virar uma página na história da nossa terra e Por Alfena, Fazer Diferente. E acredito que nos vão dar esse voto de confiança e nos vão eleger. Conhecemos bem os problemas da nossa freguesia, mas também as forças que nos unem nos desafios coletivos que temos travado. O nosso programa eleitoral tem enfoque nas pessoas, pois pretendemos trabalhar com e para os alfenenses e contribuir para o aumento da sua qualidade de vida. Alguns dos nossos compromissos são: a ampliação do Parque do Vale do Leça, estabelecendo uma ligação ao Parque de S. Lázaro e prolongando até à nova zona que a Câmara Municipal iniciou recentemente, a melhoria da manutenção dos espaços verdes e varreduras da cidade, a construção do novo edifício da Junta de Freguesia de Alfena e a dinamização da Oficina do Brinquedo. Esta candidatura, que manterá o compromisso com as pessoas, terá, igualmente, preocupação com as questões ambientais, sociais, educativas, culturais e desportivas. Os próximos tempos exigem projetos capazes e equipas competentes. Mas haverá quem, por estes tempos, prometa muito e com ligeireza queira sacudir responsabilidades do que não foi feito ou foi mal feito. Por isso, acreditamos que os alfenenses saberão dar o voto de confiança dia 26 de setembro. Este projeto é por Alfena e para todos os alfenenses”.

Marta Temido louvou esforço de todos os portugueses

Como escrevemos atrás, uma das personalidades presentes foi Marta Temido. A ministra da Saúde afirmou que o levantamento das restrições devidas à pandemia resulta do “esforço de todos os portugueses” desde quem esteve no processo de vacinação até às pessoas, profissionais de saúde e task-force, mas referiu que ainda não está terminado o processo e falta muita coisa voltar ao normal.
Marta Temido louvou José Manuel Ribeiro, referindo que o conheceu quando lhe foi entregue o Plano Estratégico de Saúde e que ficou agradada com o conteúdo do plano.

José Luís Carneiro

José Luís Carneiro, secretário geral adjunto do PS, lembrou o tempo que viveu em Ermesinde e disse ter estado com José Manuel Ribeiro, desde o primeiro momento na candidatura em 2013. O dirigente socialista acredita numa nova e grande vitória do PS e de José Manuel Ribeiro, para “bem das gentes de Valongo”.

Manuel Pizarro

Pelo mesmo diapasão alinhou Manuel Pizarro, líder da distrital socialista do Porto, que abordou a gestão autárquica do PS em Valongo, feita “com transparência e a trabalhar para as pessoas”. Pizarro apelou ao voto no PS em Valongo, referindo que era a única solução para Valongo continuar a evoluir.

Ivo Neves

Já Ivo Neves, presidente da concelhia do PS Valongo, afirmou que “o Luís Miguel Caetano conhece como ninguém a sua terra ninguém. E acreditamos muito no trabalho dele e da sua equipa. É homem de trabalho, discreto, sensível aos problemas, de diálogo e que gosta de criar pontes e unir. E se perguntarem porque vai ser diferente com o Partido Socialista e com o Luís Miguel Caetano na Junta de Alfena, eu sei que algo que o distingue é que não quer ser presidente da Junta para ajustar contas com o passado. Tem um projeto para Alfena com ideias construtivas. A Junta não servirá de forma camuflada como instrumento de combate político e de oposição”.