Covid 19: Valongo, Gondomar, Maia e Paredes com risco muito elevado de contágio

Portugal tem pelo menos 72 concelhos com risco muito elevado de infeção pelo novo coronavírus.

Quem o diz é o jornal Expresso de hoje, que num cálculo efetuado tendo em contra dados da DGS e estimativa da população do INE, enquadra vários concelhos da nossa região nesta lista.

Assim neste ranking Paços de Ferreira lidera, estando Lousada em segundo lugar. Paredes situa-se em nono lugar à frente de Felgueiras que está em 11º lugar. Porto em quinto, Penafiel em 15º, Valongo em 17º e Marco de Canaveses em 14º são os outros municípios do distrito do Porto que se encontram no top 20.

Já agora nos 72 concelhos com risco muito elevado de infeção estão ainda Santo Tirso (30º), Maia (41º), Vila Nova de Gaia (55º) e Gondomar (64º).

Ainda segundo este jornal, nas últimas semanas técnicos do Instituto Ricardo Jorge e investigadores académicos desenvolveram mapas de risco por concelho em que a incidência é conjugado com outros critérios: tendência de evolução e a natureza dos surtos. Estes estudos servem para fazer recomendações destinadas aos transportes publicos, escolas, lares, cafés etc. Sobre estes estudos os peritos defendem a sua divulgação, mas o Governo tem recusado.

Entretanto chegam diariamente ao nosso jornal descrições de situações de claro desrespeito da lei por parte de operadores comerciais em Valongo e nos concelhos limítrofes, sobretudo cafés e bares, que servem álcool muito para além das 20 horas e que não obrigam ao cumprimento do distanciamento social nem utilizam máscara. O JNR questionou o Comando Distrital da PSP do Porto sobre se havia intenção de aumentar a fiscalização, até agora quase inexistente, mas até a esta hora não tivemos resposta.

Recorde-se que ontem o Parlamento aprovou uma lei que obriga ao uso de máscara na via publica, quando não haja condições de distanciamento social. Esta medida entrará em vigor quando o Presidente da Republica promulgar o diploma.