GNR identificou empresa que poluía Ribeiro de Luriz

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Santo Tirso, ontem, dia 16 de julho, identificou uma indústria, por descarga poluentes para a Ribeira de Luriz, no concelho de Valongo.

Segundo nota enviada pela GNR ao nosso jornal “no âmbito de uma denúncia efetuada para a Linha SOS Ambiente e Território, no dia 15 de julho, a informar que estavam a efetuar descargas de poluentes na Ribeira de Luriz, na Freguesia de Campo, em Valongo, os militares da GNR deslocaram-se ao local, tendo confirmado os factos. Após várias diligências, os militares da Guarda em coordenação com a Câmara Municipal de Valongo, procederam à identificação do autor da descarga das águas industriais para o sistema de águas pluviais da Ribeira de Luriz, que, por conseguinte, vão desaguar no Rio Ferreira.

Foi elaborado um auto de notícia por contraordenação, que será remetido à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), incorrendo o infrator numa contraordenação ambiental muito grave, que poderá levar à aplicação de uma coima entre 24 000 euros a 144 000 euros, em caso de negligência, e de 240 000 euros a 5 000 000 euros, em caso de dolo”.

Recorde-se que na passa terça-feira, o Núcleo de Campo e Sobrado do PSD tinha alertado para esta situação e para a comunicação ao SEPNA.