Alunos de Valongo escrevem ao ministro contra o aterro de Sobrado

Os alunos do Agrupamento de Escolas de Valongo vão enviar várias cartas ao ministro do ambiente, para protestar contra o aterro de sobrado, confirmou a vários órgãos de comunicação, a diretora do Agrupamento de Escolas de Valongo, Paula Sinde.

Nessas declarações, Paula Sinde diz que cerca de dois mil alunos da Escola Secundária da Valongo, da Escola Básica 2,3 de Sobrado e de quatro estabelecimentos de ensino pré-escolar e I Ciclo também da freguesia de Sobrado, estão já a escrever as cartas, devendo ser enviadas durante a próxima semana.

A iniciativa enquadra-se no tema do agrupamento para o corrente ano letivo, “a sustentabilidade”, e tem o objetivo de fazer uma reflexão adequada ao nível etário e de escolaridade.

Quanto às cartas, foi feito um apelo à criatividade dos alunos baseado no conhecimento e na realidade, esperando um conteúdo diversificado.

A diretora do agrupamento também disse que “no dia da sessão solene da Semana Aberta do Agrupamento de Escolas de Valongo, que decorreu há duas semanas, em Sobrado, à noite o cheiro era nauseabundo”.