Câmara de Paredes levou à Escola Secundária testemunhos do Voluntariado

Os jovens alunos da Escola Secundária de Paredes conheceram o trabalho do Banco Local de Voluntariado promovido pelo Municipio de Paredes. A sessão realizada no auditório da escola serviu para sensibilizar os alunos para a prática do voluntariado.

Esta Ação de Voluntariado contou com a presença da vereadora da Ação Social da Câmara de Paredes, Beatriz Meireles, e os testemunhos de voluntários ativos do Banco Local de Voluntariado, da Câmara de Paredes que conta, atualmente, com 270 inscritos.

O projeto consiste no encontro entre pessoas que querem ser voluntárias e instituições promotoras, interessadas em integrar voluntários e coordenar o exercício da sua atividade.

Na sessão quatro oradores convidados contaram a sua experiência e convidaram os jovens a inscreverem-se nestes serviços. O voluntário Luís Soares, de 81 anos, residente em Paredes, partilhou a sua experiência na Santa Casa da Misericórdia de Paredes. A voluntária mais jovem, com 21 anos, foi Cátia Silva, abordou o seu contributo no projeto municipal Orpheu. Já o voluntariado nos Serviços Sociais do Património e Cultura da autarquia foi testemunhado por Raquel Gomes, de 44 anos, de Lordelo, e Maria Barbosa, de 60 anos, de Rebordosa.

Além disso, a ação permitiu esclarecer as noções de voluntário e voluntariado, a diferença entre voluntariado formal e voluntariado informal e o enquadramento jurídico desta prática.

No final, foram entregues certificados a cada um dos alunos presentes e distribuídos folhetos informativos sobre o Banco Local de Voluntariado e a forma de inscrição.