Rui Almeida é o novo Presidente do Ermesinde SC

O advogado Rui Almeida é o novo presidente do Ermesinde Sport Clube 1936.
A tomada de posse ocorreu no dia 5 de julho e aconteceu no auditório da Sede da Junta de Ermesinde.
Na oportunidade foram empossados todos os outros elementos que incluem os órgãos dirigentes, nomeadamente Miguel Oliveira como presidente da Assembleia Geral e António Jorge Monteiro como presidente do Conselho Fiscal.
Para ficarmos a saber mais sobre as ambições deste elenco diretivo o Jornal Novo Regional (JNR) falou com Rui Almeida.
Sobre as razões que levam Rui Almeida a encetar este desafio, revela que “em primeiro lugar porque entendo que reúno as capacidades para dirigir os destinos do clube. Em segundo, porque diversas pessoas afetas ao clube me transmitiram que o futuro deveria passar pela minha pessoa. Portanto, consegui reunir um conjunto alargado de apoios, e o facto de haver muita gente ligada ao Ermesinde 1936 que entendia que eu seria a pessoa mais capaz para encabeçar a futura Direção do clube foi talvez o fator decisivo para eu avançar”.
No que se refere à preparação da época, o novo presidente revela que “nesta primeira fase estamos a tentar renovar com os atletas que o treinador indicou, para depois percebermos as lacunas do plantel e tentar acrescentar a qualidade necessária com vista à prossecução dos objectivção na Divisão de Elite da AFP, que passam pela manutenção”.
Acerca da contratação de Jorge Lopes para liderar a equipa técnica, Rui Almeida diz que “o técnico regressou ao clube no final da época finda. é um treinador que conhece bem o clube, as suas dificuldades e necessidades e que na óptica desta direção tem o perfil adequado para liderar a equipa sénior”.
Questionado sobre a continuação da aposta na formação, Rui Almeida salienta que “essa é talvez a principal bandeira desta nova direção. Entendemos que o futuro do Ermesinde tem que passar por uma maior aposta em jogadores saídos da sua formação e para isso temos que, necessariamente, dar melhores condições aos jovens que diariamente frequentam as instalações do clube.
No que concerne à ligação à Comunidade, o lider ermesindense refere que “eu costumo dizer que o Ermesinde será tão grande quanto a comunidade o desejar. Pensamos que se encontram reunidas todas as condições para que a cidade e o Concelho abracem o Ermesinde e lhe permitam desenvolver-se e crescer por forma a voltar a adquirir o estatuto de clube referência no futebol do Distrito do Porto. Apelamos por isso ao apoio de todos os ermesindenses para levarmos a cabo este desafio e tornarmos o nosso clube cada vez maior”.