Fernando Vale – PDR – Candidato à Junta de Ermesinde

As pessoas de Ermesinde devem votar na nossa candidatura, porque nós somos os únicos que defendemos os interesses de Ermesinde. Ermesinde somos nós. Em concreto, somos os únicos que desde 1979, quando extinguiram o bairro administrativo de Ermesinde, temos vindo a lutar em defesa da criação do concelho de Ermesinde, até hoje. A pretexto de que o bairro administrativo não era democrático, decidiram extingui-lo e não criaram o respetivo concelho. Isto é um problema do direito administrativo da ciência da administração e de ciência política. O Estado Português de 3ª república fez isto em Ermesinde. Ermesinde vive numa situação de humilhação desde 1979 e é contra isso que estamos a lutar. No concreto, de imediato, vamos advogar o seguinte:
Primeiro, o reforço de 50% no efetivo da PSP de Ermesinde, porque Ermesinde vive uma insegurança tremenda. Nós conhecemos isso como cidadãos e como advogado das pessoas que nos chegam para fazer a defesa, concretamente pessoas que trabalham na limpeza da Estação de Ermesinde, por exemplo.
Segundo, vamos defender que se implante imediatamente em Ermesinde a Conservatória de Registo Predial, de Registo Automóvel e de Registo Comercial, que ainda não existe, apesar de termos a Loja do Cidadão. E, simultaneamente, queremos a criação do Tribunal de Comarca de Ermesinde.
No que diz respeito ao bem-estar social, a primeira situação é que está a construir-se aqui o Túnel de Águas Santas e verificamos que Ermesinde é quem sofre diretamente os malefícios do trânsito. Nós fomos convidamos para uma visita ao Túnel de Águas Santas, que devia ter sido inaugurado em maio, mas que ainda não foi. Nós defendemos uma saída imediata do túnel para Rio Tinto e outra para Águas Santas, exatamente para libertar Ermesinde do tráfico automóvel que aqui nos incomoda. Segundo ponto, vamos defender um túnel de Ermesinde a Baguim do Monte na rotunda da formiga.
A nível ferroviário, pretendemos insistir na restauração do Ramal de Leixões com mercadorias e passageiros até Ermesinde, para que haja crescimento e desenvolvimento de Ermesinde, que está cortada na sua capacidade de se desenvolver. Simultaneamente, vamos defender a duplicação da linha ferroviária de Ermesinde até Contumil que estava prevista, mas não foi feita. E quanto à estação ferroviária de Ermesinde, pretendemos que seja enterrada de maneira a libertar o terreno à superfície para possibilitar a passagem de pessoas de um lado para o outro, à semelhança de Espinho. E vamos exigir a nível das comunicações uma ligação do metro do Hospital de São João a Vilar.
A nível do bem-estar social, vamos exigir que se crie um hospital regional de Ermesinde, fundindo os dois centros de saúde que existem na freguesia.
Vamos também exigir que a Câmara Municipal seja transferida para Ermesinde e comece a funcionar aqui. No fundo, o que nos falta é a criação do Município de Ermesinde.
Vamos defender definitivamente a despoluição do Rio Leça de Ermesinde a montante e a jusante, simultaneamente com a recuperação da ETAR de Ermesinde.
Nestas eleições, a nossa candidatura é a que se justifica em Ermesinde, queremos contar com o voto dos ermesindenses que nós saberemos respeitar essa confiança. E podem ter a certeza de que vamos continuar a lutar pela criação do concelho de Ermesinde.
É necessário que toda a gente perceba a política que estamos a desenvolver, porque se Ermesinde tiver autonomia administrativa, a propriedade e a atividade de cada um passam a valer mais, assim como a propriedade de todos. Dar-se-á um reforço de valorização. Esta atitude que temos tido desde 1979, não é contra ninguém, é a favor de todos.