Paredes tem 21 Eco-Escolas

Paredes vai marcar presença no “Dia das Bandeiras Verdes Eco-Escolas 2022”, cerimónia agendada para o próximo dia 12, em Valongo. O concelho conta com 21 instituições de ensino galardoadas com a distinção Eco-Escolas, que vão também receber os prémios conquistados nos concursos e desafios lançados pela organização “Bandeira Azul”.

O selo de Eco-Escola é atribuído às instituições que desenvolvam atividades e ações em prol da sustentabilidade durante o ano letivo de 2021/2022, comprometendo as escolas a dar continuidade a esse trabalho. Os alunos beneficiam deste género de iniciativas, tornando-se mais conscientes e responsáveis no que diz respeito à conservação do ecossistema e salvaguarda dos recursos naturais.

Nesta edição, o município conta com mais três instituições na lista de escolas reconhecidas por este galardão. No total, são já 21 as Eco-Escolas de Paredes e também 2 Eco-Agrupamentos, isto é, agrupamentos onde todas as escolas são, de facto, reconhecidas pelo galardão. São Eco-Agrupamentos em Paredes: Vilela e Sobreira. Consulte a lista abaixo para as ficar a conhecer todas as Eco-Escolas do município.

– JI da Pulgada;

– JI de Talhô – Gondalães;

– JI São Marcos;

– JI da Estrebuela;

– JI do Monte;

– EB1 da Sobreira;

– EB de Recarei;

– EB da Serrinha;

– EB1 de Rebordosa;

– EB de Vilela;

– EBS da Sobreira;

– EBS de Rebordosa;

– EBS de Vilela;

– EBS de Lordelo;

– EBS de Cristelo;

– EBS Daniel Faria de Baltar;

– EBS de Paredes;

– Conservatório de Dança Vale do Sousa;

– Colégio Casa-Mãe;

– Instituto de Formação Profissional da CESPU;

– CFPIMM (Centro de Formação Profissional das Indústrias da Madeira e Mobiliário).