Valongo – Altino Nobre – Chega

Declarações de Altino Nobre, candidato do Chega à JF de Valongo.

Eu, Altino Nobre, Engenheiro, residente em Valongo, aceitei este desafio porque acredito no Projecto do Chega-Valongo para a cidade e para o Concelho, e que visa recuperar os atrasos a foram submetidos nos últimos anos.
Valongo tem crescido de forma excessiva, desregrada e sem alicerces consistentes.
A proximidade ao Porto, a melhoria dos acessos ao Concelho, o aumento dos movimentos casa-trabalho associados ao maior número de transportes públicos e aos preços de habitação relativamente inferiores a outras zonas centrais da Região estiveram na base do grande crescimento da população até 2011.
Valongo não tem, por si, capacidade de atracção que justifique o ligeiro aumento anual de população, desde 2011.
A construção excessiva e desordenada, sem correspondência ao critério “Oferta/Procura”, deixou prédios em tosco, hoje, em ruínas.
Valongo tornou-se num cemitério de prédios inacabados.
Apesar dos inúmeros prédios devolutos, continuam a existir carências habitacionais graves na Cidade e no Concelho, não só no que diz respeito a famílias de classes sociais mais baixas, mas também no que respeita a outros grupos sociais que, entretanto, foram surgindo.
Existem zonas da Cidade extremamente mal cuidadas. Arruamentos com pavimento degradado e passeios em mau estado de conservação. O desleixo ao nível da limpeza urbana, de bermas, zonas ajardinadas e outros espaços públicos é total.
A cidade de Valongo é o espelho do resto do Concelho.
Uma cidade suja, mal cuidada e onde é visível a falta de Planeamento.
Nesse sentido, propomos:

  • Promover a requalificação urbana e dos espaços públicos na Freguesia.
  • Criar e dinamizar novas Centralidades.
  • Pugnar por melhorar a limpeza de varredura e reforçar o número de equipamentos de recolha de Resíduos Sólidos Urbanos.
  • Minimizar os odores provocados por contentores de resíduos sólidos com procedimentos adequados e eficazes.
    As Políticas Urbanas para Valongo deverão também orientar-se também no sentido de resolver os graves problemas de trânsito e estacionamento na zona central da Cidade.
    A cidade não tira proveito da sua localização em termos de acesso viário e ferroviário mas também das Serras e do Rio Ferreira, como potencial de atracção turística e de investimento.
    Couce continua sem um Plano de Preservação credível e consistente.
    A aldeia situa-se entre a Serra de Sta. Justa e a Serra de Pias e é banhada pelo Rio Ferreira. Existem algumas casas antigas, feitas com pedras de xisto e de quartzite, cortes para o gado, algumas eiras e palheiros que serviam de apoio às actividades agrícolas. O seu potencial para impulsionar a hotelaria local e actividades ao ar livre é enorme.
    A Gastronomia de Valongo é também rica em tradições.
    Não se entende, por isso, a incapacidade da Junta de Freguesia mas, sobretudo, da Câmara Municipal de Valongo, em transformarem a Cidade e, sobretudo, o Concelho num dos melhores do País para se viver.
    Nesse sentido, propomos:
  • Valorizar e desenvolver o Turismo em articulação com o Município, tendo em conta o
    Plano Estratégico de Desenvolvimento das «Serras de Valongo»..
  • Promover e dinamizar os diferentes produtos locais, levando a cabo actividades, iniciativas e programas durante todo o ano.
  • Assegurar a promoção turística da Freguesia no plano nacional e internacional, em todas as suas vertentes.
  • Promover o Turismo Rural e de Montanha, bem como actividades conexas.
    Como consequência do desleixo e abandono, Valongo tornou-se uma cidade mais insegura, aumentou o número de assaltos a casas, viaturas e comerciantes. A sensação de insegurança por parte da população aumentou. A vandalização de mobiliário urbano é constante.
    Urge um reforço de medidas de segurança na Cidade.
    Nesse sentido, propomos:
  • Reivindicar mais efectivos de Forças de Segurança e reforço do patrulhamento em lugares e ruas mais problemáticos.
  • Reforçar o Programa Escola-Segura, quer em meios humanos como também materiais.
  • Instalar sistemas de vídeo-vigilância em zonas mais problemáticas da Cidade, coordenados com as forças policiais e de acordo com as regras de protecção de dados.
  • Verificar, no âmbito da criação da Polícia Municipal de Valongo, de que forma poderá esta traduzir-se em mais segurança e patrulhamento na Cidade.
    Assumiremos uma estreita ligação à comunidade educativa da Freguesia, como base fundamental para a educação e formação das nossas crianças e jovens.
    Pretendemos uma prática desportiva acessível a todos, à qual associaremos actividades que usufruam dos recursos naturais das nossas Serras e do Rio.
    A sobrepopulação de animais de rua na Cidade e no Concelho é uma realidade.
    Nesse sentido, propomos:
  • Construir um parque canino na Freguesia com as condições adequadas.
  • Desenvolver um programa para eliminar o depósito de resíduos fora dos contentores e alimentação indevida de animais na via pública.

CHEGA DE ADIAR VALONGO !

Observação: As medidas apresentadas para a Freguesia de Valongo não podem ser dissociadas do programa para o Concelho de Valongo, na medida em que o complementam.
Temos consciência das limitações de competências de actuação das Juntas de Freguesia mas temos connosco o poder reivindicativo, sempre que se justifique, no sentido de proporcionar melhor qualidade de vida aos Valonguenses.