Covid: Número de infetados na Região estável: Valongo 46, Maia 49, Paredes 33 e Gondomar 32.

O número de infetados com covid 19 na nossa região continua estável. Valongo regista, segundo os dados desta sexta-feira divulgados pela DGS, 45 casos por 100 mil habitantes. Há uma semana eram 46. Paredes tem 33 casos e Maia 49. Há uma semana eram respetivamente 41 e 46. Quanto a Gondomar o número de casos é de 32 e há uma semana atrás eram 26.

Outros concelhos: Penafiel 63, Porto 76, Gaia 52, Matosinhos 71, Trofa 26 , Santo Tirso 40 e Paços de Ferreira 71.

Entretanto segundo os dados desta sexta-feira o nosso país registou na quinta-feira mais 519 casos e uma morte por covid-19, segundo os dados do boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Nesta altura estão hospitalizadas 306 pessoas, ou seja, menos 11 do que na quinta-feira. Há 72 doentes em cuidados intensivos, número igual ao da véspera.

Há neste momento mais 223 casos ativos, entre um total de 24 589, e mais 295 recuperados, entre 814 318 pessoas que já ultrapassaram a doença.

Também ontem as autoridades de saúde confirmaram a transmissão comunitária da variante Delta do novo coronavírus, mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo, e que já foi identificada em 92 casos de covid-19 em Portugal.

“Até 9 de junho, foram identificados 92 casos da linhagem Delta (B.1.617.2 ou associada à Índia). Existe transmissão comunitária desta variante, mais evidente na região de Lisboa e Vale do Tejo”, adianta o relatório de monitorização das “linhas vermelhas” da pandemia divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS) e pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

No anterior relatório, divulgado a 4 de junho, o INSA avançava que tinham sido registados 74 casos desta variante e admitia que, perante as várias introduções verificadas no país, se poderia estar perante transmissão comunitária, o que hoje foi confirmado.

Um estudo publicado pela Direção-Geral de Saúde de Inglaterra (Public Health England, PHE) assegurou que a variante Delta é 60% mais transmissível do que a Alpha, associada ao Reino Unido, ela própria mais transmissível do que as estirpes iniciais do novo coronavírus.