PS acusa PSD de responsabilidade na instalação do aterro de Sobrado

Em comunicado enviada à redação do JNR, e a propósito da apresentação da candidatura do PSD à Câmara de Valongo, onde foi prometido o encerramento do aterro de Sobrado, a estrutura concelhia do PS Valongo refere lamentar “a falta de memória, e de respeito pela população de Valongo e em particular pelos sobradenses, por parte do PSD Valongo, que depois de 4 anos de um longo sono despertou agora, devido às eleições, com uma perigosa amnésia”.

Na nota do PS é dito que o PSD Valongo “não tem a humildade de pedir desculpa à população por ter trazido o Aterro, às escondidas, para Sobrado em 2007”, isto porque, referem os socialistas “foi o PSD, quando governava a Câmara de Valongo, que autorizou a licença urbanística para a construção do Aterro, num processo conduzido totalmente às escondidas da população de Sobrado, e por isso estiveram calados durante todos estes anos. É de lamentar que o PSD Valongo se lembre agora do Aterro de Sobrado, depois de vários anos de luta e em véspera de eleições autárquicas”.

O PS diz que a atitude do PSD tem a ver apenas com as eleições autárquicas e defende o presidente da Câmara e a população de Sobrado na luta que tem sido feita contra o aterro.

O PS aborda ainda a questão da junção de freguesias, referindo que no Parlamento o PSD votou a favor e o PS contra o fim das freguesias de Campo e Sobrado.

Foto: Arquivo JNR