Convocadas para vacinação em dia de Páscoa bateram com o nariz na porta.

Algumas dezenas de pessoas foram ao engano este domingo de Páscoa ao Centro de Vacinação de Valongo (que funciona na antiga Fábrica) convocadas para serem vacinadas por volta das 19h, mas encontraram o espaço encerrado.

O JNR tinha recebido mensagens já na sexta-feira de valonguenses referindo que tinham sido convocados para o domingo de Páscoa e depois desconvocados. Pelos vistos nem todos os convocados receberam as mensagens para a “desconvocação”.

Fonte da ARS Norte referiu a alguns ocs que se tratou de uma falha e que as pessoas em causa irão receber nova convocatória dentro de dias. Essa fonte refere que “não o foram devido a uma “falha” que poderá estar relacionada com a não confirmação de presença ou receção de mensagem”, o que é desmentido por várias pessoas ouvidas pelo JNR e que comentaram nas redes sociais. Por exemplo uma das pessoas refere que “a convocatória não foi por chamada, mas sim por SMS, que tive que confirmar (sim ou não). Passados 2 dias recebi uma chamada a informar o adiamento, por falta de vacinas. Mas não existiu, nunca, qualquer referência à medicação. Outras pessoas, das minhas relações, receberam exatamente o mesmo tipo de SMS e foram vacinadas. Não restam dúvidas, portanto, que inicialmente convocaram mais pessoas do que as vacinas disponíveis. Não me restam dúvidas!!!”

Outro comentário refere que “a minha avó não foi contactada! Aliás, recebeu sim uma sms ainda de manhã para que não se esquecesse da marcação. Chegou lá e o portão fechado. Desculpas culpando os utentes é algo de muito mau gosto. “

Apesar deste percalço, já foram vacinados em Valongo com a primeira dose mais de 1600 pessoas, havendo ainda que acrescentar mais cerca de 600 docentes e pessoal auxiliar das escolas.

Recorde-se que a Câmara de Valongo tem apoiado o esforço de vacinação e que, por exemplo e “para agilizar o procedimento, a autarquia disponibilizou ainda mais recursos humanos para ajudar a contactar os cidadãos prioritários, estando também a garantir o transporte dos mais carenciados, através dos Bombeiros de Ermesinde e de Valongo e dos táxis do concelho. A Câmara de Valongo instalou dois Centros de vacinação rápida, em Valongo (no edifício A Fábrica junto ao Centro de Emprego) e em Ermesinde (no edifício Dr. Faria Sampaio ao lado da Loja do Cidadão) e blocos pré-fabricados nas várias unidades de saúde do concelho, tendo também disponibilizado equipamentos informáticos e ligações à internet, entre outros materiais”.

Seja o primeiro a comentar em "Convocadas para vacinação em dia de Páscoa bateram com o nariz na porta."

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.