GNR detém incendiário na Trofa que fica preso preventivamente

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial da Trofa, deteve ontem, dia 31 de agosto, um homem, de 60 anos, pela prática do crime de incêndio florestal, no concelho da Trofa.

No decorrer de uma ação de policiamento, os militares da Guarda foram alertados por um cidadão para a existência de um indivíduo que se deslocava ao longo da Estrada Municipal 14 e que supostamente teria ateado fogo a uma zona florestal, contígua a várias habitações e empresas do setor têxtil. Os militares da GNR deslocaram-se de imediato para o local, onde, deparando-se com uma coluna de fumo, conseguiram extinguir o foco de incêndio, tendo sido possível identificar um homem a cerca de 20 metros do mesmo. Durante a abordagem, foi encontrado na posse deste o seguinte material:

  • Seis isqueiros;
  • Duas caixas de fósforos;
  • Duas rolhas de cortiça.

O detido, que já havia sido suspeito da prática de crime de incêndio florestal em 2018, foi presente hoje, dia 1 de setembro, a primeiro interrogatório judicial no Tribunal de Instrução Criminal do Porto, onde lhe foi aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Foto: DR Arquivo