Sobrado acorda vestido de negro contra o aterro

A Vila de Sobrado acordou ontem, dia 18 de maio, vestida de negro em protesto contra o aterro, uma iniciativa adiada, desde Março, devido à pandemia do covid-19. 

Centenas de telas foram afixadas nas ruas e nas casas de Sobrado, com uma mensagem forte e directa dirigida a João Pedro Mato Fernandes, ministro do Ambiente e da Ação Climática. 

Esta iniciativa tem o objetivo de protestar uma vez mais contra o aterro de Sobrado, que se encontra a poucos metros das escolas, e que não deixa respirar ar puro.

Com a iniciativa, a população de Sobrado mostrou-se estar unida,  em total colaboração com a Associação Jornada Principal, e só aceita um único desfecho para este problema que os impede de respirar ar puro e saudável: o encerramento do aterro. 

O ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes, vai ser ouvido na quarta feira, no dia 20 de maio, sobre o aterro de Sobrado, no decorrer dos trabalhos da Comissão de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território.

A seguir pode ver algumas fotos desta ação.

Be the first to comment on "Sobrado acorda vestido de negro contra o aterro"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.