Apanhado em flagrante, homem de Gondomar fica em prisão preventiva por violência doméstica

A Guarda Nacional Republicana de Fânzeres deteve um homem de 67 anos, apanhado em flagrante durante as agressões à mulher de 66 anos. Depois de apresentado ao Tribunal Judicial do Porto, foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Uma denúncia fez com que os militares do comando territorial de Fânzeres se deslocassem a uma habitação, no concelho de Gondomar, onde um homem de 67 anos agredia a mulher, física e psicologicamente com ameaças de morte. Durante a ação policial, “o suspeito foi impedido de continuar com as agressões, tendo sido detido em flagrante”, descreveu a Guarda Nacional Republicana em comunicado de imprensa.

A Guarda Nacional Republicana sublinha que “a violência doméstica é crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva”. À disposição de todos estão canais como o portal da queixa eletrónica, o 112, qualquer posto da GNR e as app MAI112 ou SMS Segurança, para surdos.

Seja o primeiro a comentar em "Apanhado em flagrante, homem de Gondomar fica em prisão preventiva por violência doméstica"

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.