GNR detém em Paredes dois homens acusados de violência doméstica

O Comando Territorial do Porto da GNR, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Especificas (NIAVE) de Penafiel, no dia 18 de agosto, deteve dois homens 45 e 52 anos por violência doméstica, em duas situações distintas, no concelho de Paredes.

Na primeira situação, e no âmbito de uma investigação por violência doméstica, os militares da Guarda apuraram que o suspeito de 45 anos, consumidor habitual de bebidas alcoólicas e com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, movido por ciúmes, injuriou e ameaçou de morte, reiteradamente, a vítima, sua ex-companheira de 43 anos. Foi possível apurar-se ainda que, no último episódio de violência, no dia 13 de agosto, o agressor escalou uma janela da residência da vítima, onde tentou forçar contacto sexual com a mesma, a qual, após oferecer resistência, foi ameaçada de morte. Na sequência desta ação, o agressor foi detido.

No segundo caso, o suspeito de 52 anos, consumidor habitual de bebidas alcoólicas, injuriou e ameaçou de morte a vítima, sua esposa de 50 anos. Os militares da Guarda apuraram que, ao longo da relação de 26 anos, a vítima foi alvo de diversos episódios de violência física e de ameaças por parte do agressor que, após ser confrontado com o pedido de divórcio por parte da vítima, manifestou uma grande revolta e fúria, passando a importunar a vítima, dirigindo-lhe insultos e ameaças de morte no seu local de trabalho.

Os detidos foram presentes ontem, dia 19 de agosto, a primeiro interrogatório no Tribunal de Instrução Criminal do Penafiel, onde lhes foram aplicadas as medidas de coação de afastamento das residências das vítimas, proibição de as contactar por qualquer meio ou forma, de permanecerem e de se aproximarem dos locais habitualmente frequentados pelas mesmas, sendo, no segundo caso, controlado por pulseira eletrónica e obrigado a se sujeitar a tratamento da sua dependência alcoólica.

Foto: Arquivo