Município de Gondomar reduz IMI em 2,5%

Ter casa própria vai ficar mais barato em Gondomar, já que a Câmara Municipal vai reduzir o Imposto Municipal Sobre Imóveis (IMI) em 2,5%. A medida foi aprovada esta quarta-feira 30 em reunião extraordinária, com abstenção do PSD, e implica uma redução da receita municipal que se aproxima dos 700 mil euros.

Esta redução não altera a existência de taxas diferenciadas de IMI em diferentes zonas do Município. No alto concelho, composto pelas freguesias de Foz do Sousa e Covelo, Melres e Medas e Lomba, a taxa é de 0,352%. Baguim do Monte, Fânzeres e São Pedro da Cova, Gondomar, Valbom e Jovim e Rio Tinto têm uma taxa de 0,400%.

Mas a redução do IMI não foi a única medida a sair da reunião de quarta-feira 30. “Foi também aprovado com a abstenção do PSD o lançamento de Derrama para o ano de 2023, com taxa de 1,25% para empresas com um volume de negócios igual ou superior a 150 mil euros e a isenção deste imposto para empresas com um volume de negócios inferior a esse valor”, descreve a autarquia.

Ambas as medidas vão ser submetidas a deliberação e votação na próxima reunião da Assembleia Municipal da Câmara de Gondomar.