Lúcia Moniz e Pedro Lamares, no Manifestum, em Valongo

A Declaração Pública do «MANIFESTUM arte de dizer Valongo 2019» realiza-se amanhã, pelas 15h00, com a apresentação do projeto na Câmara Municipal de Valongo, onde estarão à conversa João Habitualmente e Pedro Lamares. A Declaração Pública prossegue às 21h30, no Fórum Cultural de Ermesinde, com o evento «Para Atravessar Contigo o Deserto do Mundo», protagonizado por Lúcia Moniz e Pedro Lamares.

Lançado pela Câmara Municipal de Valongo em parceria com a associação cultural Exemplo Extremo, o projeto «MANIFESTUM arte de dizer» avança com o objetivo primordial de sublinhar Valongo como casa de uma inédita aventura no nosso país: o alcance incomensurável que a palavra dita cria. Pretende-se abordar a palavra para além do seu habitual corpo escrito, por via da literatura, dotando-a de diversas cúmplices manifestações, assumindo valências que ultrapassem a comum promoção do interesse pela leitura. Procura-se na palavra a sua essência, um mais intenso comprometimento e afinidade entre os seus diletos pares, os leitores e os criadores dessa matéria única e privilegiada do ser comunicante, inaugural ao humano. E, assim, revelar voz às Palavras, na justa dimensão que elas nos exigem, por veículo garantido que são da substância real da nossa necessidade de partilha, onde nos recriamos, comunicamos, nos afirmamos.

“Esta iniciativa insere-se numa aposta muito forte deste executivo municipal no investimento na Cultura, enquanto pilar de formação de cidadãos mais autónomos e envolvidos na vida cívico política de toda a comunidade”, salienta o presidente da Câmara Municipal de Valongo.  José Manuel Ribeiro, “o MANIFESTUM interliga-se com a forte aposta no acesso ao livro para todas as idades, através do programa Ler não custa Nada, que desde janeiro de 2014 trouxe mais de 10.000 novos leitores à rede pública de bibliotecas municipais”.

Be the first to comment on "Lúcia Moniz e Pedro Lamares, no Manifestum, em Valongo"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.