Depois de Samuel Caldeira agora é Gustavo Veloso que veste a camisola amarela

Depois de Samuel Caldeira ter vencido o prologo inicial da Volta a Portugal e ter vestido a amarela durante duas etapas, na segunda etapa em linha, outro corredor da W52 FC Porto, Gustavo Veloso, vestiu a desejada camisola.

A segunda etapa em linha da Volta a Portugal, corrida entre a Marinha Grande e Louros, foi vencida por Mikel Aristi (Euskadi), na frente de Luís Mendonça (Rádio Popular/Boavista) e do novo camisola amarela, Gustavo Veloso (W52/FC Porto).

Aristi foi o mais forte na parte final da corrida, que voltou a contar com uma queda nos metros finais. O antigo camisola amarela Samuel Caldeira (W52/FC Porto) não disputou a chegada e a camisola mantém-se na mesma equipa, mas com Gustavo Veloso como novo dono.

Por equipas a equipa de Sobrado lidera a tabela.

A etapa de hoje, entre Santarém e Castelo Branco, conta com três contagens de montanha de quarta categoria e uma de terceira categoria. A extensão é de 194 quilómetros.