Heli do INEM já foi encontrado na Serra de Santa Justa. Quatro mortos confirmados.

Atualização 02h00 / 16-12-2018

O helicóptero com quatro pessoas a bordo que tinha desaparecido cerca das 18h30 já foi encontrado e estão confirmadas quatro mortes na sequência da queda. O aparelho foi localizado na Serra de Justa, cerca da uma da manhã, a 700m  da capela de Santa Justa, freguesia e concelho de Valongo. Tudo indica que o helicóptero chocou com cabos de alta tensão e terá explodido. Foram voluntários que procuravam vestígios do heli que o encontraram, bem assim como aos corpos, dois deles dentro do aparelho e dois no exterior.

fotos Exclusivas de Edgar Pinto

 

Actualização 23:30

Ao que JNRegional conseguiu apurar, o helicóptero terá caído nas Serras de Valongo, perto da Aldeia de Couce.

Ainda não foi encontrada a aeronave.

Continuaremos a actualizar esta notícia assim que houver desenvolvimentos relevantes.

 

Notícia Inicial

Um helicóptero do INEM com quatro pessoas a bordo, sediado em Macedo de Cavaleiros, está em parte incerta, depois de as comunicações com o meio aéreo terem sido perdidas, na zona de Campo, no concelho de Valongo, durante a tarde deste sábado. Segundo o que o JNRegional conseguiu apurar junto de fonte oficial do INEM, no meio aéreo seguiam dois pilotos e uma equipa médica dos INEM, composta por um médico e um enfermeiro. A aeronave em questão regressava à sua base, em Macedo de Cavaleiros, distrito de Bragança, após ter realizado uma missão de emergência médica de transporte de um doente grave para o Hospital de Santo António, no Porto. O alerta foi dado às 18h30, avançou a mesma fonte. A Força Aérea também mobilizou um helicóptero para tentar localizar a aeronave, um Agusta A109S. Estão neste momento no local, entre muitas outras, as corporações de Valongo, Ermesinde, Baltar e Cête lideradas por dois postos de comando um em Valongo junto ao Hospital de S. Martinho e outro na Escola da Azenha.

Foto: Jornal de Notícias