Joana Resende – Bloco Esquerda – Candidata à Junta de Valongo

O Bloco de Esquerda conta com uma equipa firme, combativa e empenhada em ouvir as pessoas, as suas necessidades, interesses e, acima de tudo, capaz de afirmar os projetos políticos na Freguesia de Valongo.
Em todos os órgãos em que estivemos representados, fomos capazes de fazer a diferença, apresentando propostas políticas e marcando presença nas lutas que fizeram a diferença nas vidas dos cidadãos.
Nestas eleições contamos fazer a diferença também em Valongo.
Queremos chegar às pessoas, ouvir os seus problemas e ir ao encontro das suas necessidades. Trabalharemos para que a freguesia tenha a qualidade de vida que os valonguenses merecem.
O Bloco de Esquerda pretende promover uma atividade cultural diversificada e de excelência. Pretende criar sessões semanais de cinema, promovendo o cinema Nacional e Alternativo, assim como o contacto da população com a música, proporcionando a experimentação de instrumentos musicais e o contacto com artesãos em workshops.
O BE pretende promover espaços destinados ao estudo e leitura para todas as faixas etárias, completando a vida ativa do Mercado e dando ainda mais vivência a toda esta zona de Valongo. A construção de circuitos de manutenção em locais públicos promovendo assim a atividade física da população, no sentido de um maior bem-estar físico, psíquico e social também faz parte da nossa preocupação.

As Associações e Coletividades são uma componente forte no concelho de Valongo em várias vertentes, desde o desporto à música. No entanto as associações carecem de apoio para as suas atividades, não sendo suficientes os protocolos existentes. Essa é a mensagem que recebemos. Aumentar esses apoios é urgente, criando ou cedendo espaços para as suas atividades!
A juventude é uma das prioridades do Bloco de Esquerda. Os jovens de Valongo necessitam de espaços com Internet e atividades para os seus tempos livres, tais como roteiros juvenis, atividades ao ar livre, sessões de cinema, entre outros. Com isto, o BE propõe criar circuitos ambientais, desportivos, museológicos e culturais. Pretendemos também disponibilizar espaços de atuação para bandas e grupos culturais locais promovendo assim uma fixação dos jovens na freguesia evitando a sua deslocação para concelhos vizinhos, como hoje acontece.
Outro ponto fulcral é a exclusão social na terceira idade, um facto incontornável da nossa Sociedade. É necessário haver um registo atual dos seniores em situação de isolamento e exclusão, combatendo-os com um programa de transporte e atividades tais como workshops, trabalhos manuais, atividades físicas, dança, a fim de aumentar a longevidade, e tornando a passagem dos anos mais agradável e com menos sofrimento para quem já trabalhou tanto na sua vida. A dinamização do convívio entre seniores é uma forma de minimizar ou até mesmo pôr um fim ao isolamento e exclusão social. A realização de pequenos arranjos e trabalhos domésticos para seniores irá proporcionar também um aumento significativo da sua qualidade de vida.

O mercado de Valongo, outrora um local ativo de comércio e cuja localização e área fazem deste um local privilegiado, já há longos anos se encontra quase ao abandono! O Bloco de Esquerda propõe promover uma nova vivência neste espaço, fazendo uma simbiose entre o comércio local e artesãos onde a existência de lojas e oficinas de artesanato juntamente com comércio tradicional possam voltar a dar vida a este local emblemático.
O cemitério de Valongo está sobrelotado. Achamos que a solução para este problema não está na ampliação do atual cemitério, mas sim na construção de um cemitério novo em local amplo e dotado de todas as infraestruturas modernas, incluindo um crematório, acessos dignos e locais de estacionamento.
Os habitantes de Valongo merecem melhor atenção por parte dos órgãos
Autárquicos e esperam que este problema seja resolvido com urgência.
Com o intuito de melhorar a vida dos Valonguenses, podem contar connosco, nós contamos contigo!