Apresentação de Rui Marques – candidato da coligação Unidos por Todos a Valongo

A coligação Unidos por Todos (PSD/CDS) à Junta de Freguesia de Valongo vai ser encabeçada por Rui Marques, tal como já haviamos referido em edição anterior.
A apresentação publica aconteceu no sábado, dia 27, junto à sede de candidatura na Rua Dr Nunes da Ponte.
Este evento contou com a presença de Miguel Santos, deputado e presidente da estrutura local do PSD, Luís Ramalho, candidato à Câmara de Valongo, Fernando Melo, mandatário e ex-presidente da Cãmara de Valongo, Teresa Raposo, candidata à Junta de Ermesinde e dezenas de apoiantes da coligação.
Na hora dos discursos Miguel Santos falou do candidato referindo ser um dia importante para a freguesia porque esta “não pode continuar estática. A freguesia precisa de uma alteração à forma de gestão. Havia um presidente de junta que aforrava e hoje há um que gasta, sem se ver obra. Acreditem que o Rui será melhor presidente”.
Fernando Melo afirmou que continua a gostar muito do concelho e por isso quer que Rui Marques ganhe. “Trabalhou comigo durante muitos anos, começou como motorista e chegou a chefe de gabinete. Ajudou-me muito em muitas situações”.
O candidato à Câmara de Valongo, Luis Ramalho, depois de louvar Fernando Melo e Miguel Santos, disse que “com o Rui, Valongo vai voltar a ter energia”. Falou dos prédios inacabados, da destruição de parques e jardins e criticou as atividades desenvolvidas. Defendeu a colaboração das pessoas na elaboração do programa e citou o caso de uma visita à Quinta da Lousa, onde desafiou seis crianças a apresentar uma ideia do que queriam para o parque local.
Por sua vez Rui Marques deixou elogios publicos a Albino Poças, Rosa Maria Rocha e Fernando Melo e deixou criticas à atual gestão: “Valongo encontra-se a saque de um grupom organizado que não se preocupa com os cidadãos”. O candidato lembrou obras de Fernando Melo (escolas, biblioteca e outras) e disse que “existe uma espécie de conluio entre a Junta e a Câmara para que só se façam festas e festinhas, que a Junta financia para que o Presidente da Câmara apareça nas fotos”. Questionou as opções da Junta em entregar a privados os jardins da junta e do cemitério e defendeu alguns projetos a avançar como vias de comunicação, rampas para deficientes, melhoramento de jardins, criação de uma ciclovia entre Valongo e Alfena, circuito de manutenção com máquinas fitness, melhoria das limpezas, e outras.
Nesta apresentação, Rui Marques defendeu a construção de um novo cemitério no lugar de Susão.